Cyrano de Bergerac

cyrano680_113441107854a6b1a9253da
Teatro Nacional D. Maria II

Gosto de Teatro. Há qualquer coisa na presença física dos actores que me toca. No saber que o que vejo se passa ali e agora, sem mais artifícios do que permite a arte cénica. Gosto da paixão de quem se dá no palco, do som das vozes projectadas na sala, de saber que é um momento único e irrepetível o que ali presencio.

Na minha mais recente estada em Lisboa fui ver a peça Cyrano de Bergerac que está em cena no Teatro Nacional D. Maria II. Já tinha saudades daquela sala e tinha saudades de Cyrano. Lembro-o sempre com o rosto de Gérard Depardieu no esplêndido filme de Jean-Paul Rappeneau (1990). Um herói que é quase um anti-herói, um homem que, admirado por uns e invejado por outros, age com paixão, coragem e integridade ao longo de uma vida.

Unknown

O personagem de Edmond Rostand foi baseado num autor francês do sec XVII com o mesmo nome. O site do Teatro Nacional D. Maria II descreve-nos assim Cyrano e a peça de Rostand.

“Um apaixonado poeta. Um perspicaz dramaturgo. Um exímio espadachim. Um bravo soldado. Um grande filósofo. Um profundo estudioso da Física, Matemática e Astronomia. Cyrano de Bergerac possui qualidades incomuns, porém encobertas pelo aspeto físico, onde o nariz avantajado é motivo de frustração. Na França do século XVII, Cyrano sofre por amar intensamente sua prima, Roxanne, jovem, bela, emotiva, que tem como ideal de homem a beleza e o espírito. Ao conhecer Christian, Roxanne apaixona-se por ele, mas este é tímido e não consegue manter uma relação normal com uma mulher. É então que Cyrano ajuda Christian, escrevendo-lhe longas e belas cartas de amor que vão tornar ainda maior a paixão de Roxanne por Christian.

Esta é uma comédia heróica que exalta sentimentos nobres como o amor e a capacidade de renúncia. Escrita em 1897 por Edmond Rostand, baseada na vida de Cyrano de Bergerac, escritor francês, esta peça é considerada o último grande mito do teatro romântico francês.”

images

O actor Diogo Infante protagoniza a peça, numa versão cénica e encenação de João Mota, e encabeça um elenco de 22 atores, entre os quais Sara Carinhas (Roxane), Virgílio Castelo (Conde de Guiche) e Alberto Villar (Brissaille).

Cyrano de Bergerac está em cena no Teatro Nacional D. Maria II até 1 de Março. A cenografia é de José Manuel Castanheira, os figurinos são assinados por Storytailors e a música é de Pedro Carneiro.

Teatro Nacional D.Maria II
Praça D. Pedro IV 1100-201 Lisboa
T.: 213 250 800

(English Version)

I like theater. There is something in the physical presence of the actors that touches me. The knowledge that what I see is happening here and now, no more tricks than allows the scenic art. I like the passion of who takes the stage, the sound of voices projected in the room, to know that is a unique and unrepeatable moment what I witness there.

On my most recent stay in Lisbon went to see the play Cyrano de Bergerac which is on stage at the National Theatre D. Maria II. I had missed that room and longed for Cyrano. Always remember him with Gérard Depardieu’s face in the splendid film of Jean-Paul Rappeneau (1990). A hero who is almost an anti-hero, a man, admired by some and envied by others, acting with passion, courage and integrity over a lifetime.

The character of Edmond Rostand was based on a French author of the seventeenth century of the same name. The site of the National Theatre D. Maria II describes us Cyrano and the play from Rostand. “A passionate poet. An insightful playwright. An expert swordsman. A brave soldier. A great philosopher. A deep student of Physics, Mathematics and Astronomy. Cyrano de Bergerac has unusual qualities, but hidden by the physical aspect, where the topping nose is reason of frustration. In the seventeenth-century France, Cyrano suffers intensely loving her cousin, Roxanne, young, beautiful, emotional, whose ideal of man envolves beauty and spirit. Wen she meets Christian, Roxanne falls in love with him, but he is shy and can not maintain a normal relationship with a woman. It is then that Cyrano helps Christian, writing long and beautiful love letters that will make Roxanne’s passion for Christian even greater.

This is a heroic comedy that exalts noble feelings like love and renunciation. Written in 1897 by Edmond Rostand, based on French writer Cyrano de Bergerac’s life, this play is considered the last great myth of the French romantic theater. “

The actor Diogo Infante stars in the play in a scenic version and direction of João Mota, and heads a cast of 22 actors.

Cyrano de Bergerac is on stage at the National Theatre D. Maria II by 1 March. The scenery is from José Manuel Castanheira, the costumes are signed by Storytailors and the music is by Pedro Carneiro.

Teatro Nacional D.Maria II
Praça D. Pedro IV 1100-201 Lisboa
T.: 213 250 800

Advertisements
Cyrano de Bergerac

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s