On Being Happy

Unknown-7

Advertisements
Quote

Style Inspiration | Frida Kahlo

 

Unknown

 

Na exposição Frida Kahlo – Conexões entre Mulheres Surrealistas no México,  que pode ser vista em São Paulo, uma secção especial foi reservada à forma como Frida se expressava através da roupa que escolhia. O estilo da artista é, hoje, quase tão famoso como as suas obras e serve frequentemente de inspiração a estilistas. Na mostra, a sua relação com a moda é expressa através de um espaço criado pelo restaurador Renato Camarillo, responsável pelo espólio das roupas pertencentes à artista mexicana no museu da Casa Azul.

 

Frida 1

Frida 2

Frida 3

 

Dado que as peças originais não podem abandonar o museu, na exposição de São Paulo podemos apreciar seis manequins usando peças semelhantes, das décadas de 20 e 30 do século passado. Destacam-se os trajes e jóias inspirados nos povos pré-hispânicos, os tecidos estampados e bordados com acentuadas características regionais e os alegres toucados floridos.

Inspirada no estilo de Frida Kahlo, e usando peças Zara, compus dois conjuntos para Outono – Inverno. Substitui as saias longas por calças largas de veludo que combinei com partes de cima bordadas. Acessórios de inspiração étnica e echarpes compõem um visual boémio e confortável.

 

Unknown-1

Unknown

 

(English Version)

 

In the exhibition Frida Kahlo – Connections between Surrealists Women in Mexico, which can be seen in São Paulo, a special section was reserved to how Frida expressed herself through the clothes she wore. The artist’s style is now almost as famous as her works and often serves as an inspiration to designers. On the show, her relationship with fashion is expressed through a space created by the restorer Renato Camarillo, responsible for all of the clothes belonging to the Mexican artist in the Blue House museum.

Since the original pieces of cloth can not leave the museum, the exhibition of São Paulo presents six mannequins using similar pieces, from the  20’s and 30’s of the last century. Noteworthy are the costumes and jewelry inspired in the pre-Hispanic culture, the patterned and embroidered fabrics with marked regional characteristics and the cheerful flowered headdresses.

Inspired by the style of Frida Kahlo, and using Zara pieces of cloth and accessories, I have composed two outfits for autumn – winter. Replaced long skirts for loose velvet trousers that were combined with embroidered tops. Ethnic-inspired accessories and scarves make up a bohemian and comfortable style.

 

(This post participates on Not Dead Yet Style’s Visible Monday)

Style Inspiration | Frida Kahlo

Marsala – Color of the Year 2015

Slide1

Quando chegamos à maturidade já sabemos que cores gostamos e aquelas que nos ficam bem, temos um estilo próprio e seguimos apenas as tendências que mais nos agradam. Mas não é por isso que muitas (e muitos) de nós deixarão de se manter com atenção ao que vai surgindo a cada estação, interpretando modas e adaptando as tendências às suas próprias características.

Amplamente noticiada foi a chegada da cor do ano 2015 – Marsala. Já a conhecíamos, certamente, mas o baptismo feito pela Pantone foi bastante feliz. À semelhança do vinho que lhe deu nome, esta cor rica combina o castanho e o vermelho da terra e da natureza, suscitando a sua escolha um impacto indiscutível tanto no vestuário como na decoração de interiores.

Slide2

Tem sido presença constante nas passadeiras vermelhas e embora não sejam opções para o nosso dia a dia, é indiscutível que o Marsala combina como poucas outras cores com as sedas, as rendas e os veludos.

Slide3

No dia a dia, pode ser uma opção certeira para a maioria das pessoas ao favorecer os diferentes tons de pele e ao combinar com várias tonalidades. As mais ousadas poderão escolher usar o Marsala em color block numa peça de roupa com grande impacto, tal como um casaco comprido, ou em conjuntos de duas peças numa única cor. À semelhança do castanho (marrom), o Marsala pode ser visto como um neutro e não choca nada usá-lo em look total. Eu própria tenho um macacão dessa cor que acho que resulta muito bem.

Slide4

Se não quer arriscar a usar a cor de forma tão ampla, pode combinar as peças em Marsala com outras. Fica lindo com tons cinza e bege, e fantástico com uns jeans lavados. Combinado com acessórios em pele natural ou animal print é uma boa escolha. Um casaco em camurça, ou veludo, uma camisa, uma saia ou uma malha serão uma forma elegante de introduzir esta cor no seu guarda roupa.

Slide5

Outro modo de usar esta cor tendência é através de acessórios. Bijuterias e relógios. Malas, echarpes e luvas (sou doida por luvas). Botas, sapatos e ténis (este ano é moda e estes Converse devem ficar giríssimos com jeans). E, porque não, um bonito fato de banho? É discreto e por ser escuro, favorecedor da silhueta, sem ser o tradicional preto ou azul escuro.

Slide6

Mas antes de sairem para ir comprar, dêem uma vista de olhos no Closet… Eu encontrei um macacão, um cinto, bijuteria e um biquini. Quem sabe que tesouros terão por aí!

Todas as Imagens via Pinterest

(English Version)

When we reached maturity we already know what colors we like and those we look good with, we have a unique style and just follow the trends that we like more. But that’s not why many of us will no longer stay with attention to what is emerging every season, interpreting fashion trends and adapting them to our own characteristics.

Widely reported was the arrival of the Color of the Year 2015 – Marsala. We already knew it, certainly, but the christening made by Pantone was quite happy. Like the wine that gave it its name, this rich color blends brown and red, earth and nature hues, witch gives it  an indisputable impact both in clothing and in interior decoration.

Marsala has been a constant presence in the red carpets and although those beautiful gowns are not options for our day to day, it is indisputable that the Marsala combines like few other colors with silk, lace and velvet.

On a daily basis, Marsala can be a sure option for most people, as its flattering to different skin tones and and a good match with the most various shades of cloth. The more daring can choose to use the Marsala as  color block in a single piece of clothing with great impact, such as a long coat, or in sets of two pieces in a single color. Like brown, Marsala can be seen as a neutral and does not shock to use it in total look. I have a jumpsuit that color which I think works very well.

If you do not want to risk using the color so widely, can match the pieces in Marsala with others. Looks great with gray and beige, and fantastic with  washed jeans. Combined with accessories in natural   skin or animal print is a good choice. A jacket in suede or velvet, a shirt, a skirt or a jersey will be an elegant way to introduce this color in your wardrobe.

Another way to use this color trend is through accessories. Jewelry and watches. Bags, scarves and gloves (I am crazy about gloves). Boots, shoes and tennis. And why not, a beautiful bathing suit? It’s discreet and its dark hue is flattering to any silhouette.

But before leaving to go shopping, take a look in your Closet … I found a jumpsuit, a belt, jewelry and a bikini. Who knows what treasures will you found!

All Images via Pinterest

Marsala – Color of the Year 2015

Life Is Better In Flip Flops

IMG_1225

(Scroll Down for English Version)

Estou de volta ao Brasil, ao calor e à “boa vida”, de chinelinha no pé.

Depois de mais de vinte anos em que passava quase todo o dia de saltos altos (e o que eu gosto de uns bons saltos!), estes anos no Brasil tropicalizaram-me e deixaram-me rendida a este estilo descontraído e alegre.

Já não passo sem elas e é de Havaianas nos pés que vos escrevo este post. Se há peça de vestuário que logo nos lembra o Brasil são as chinelinhas de enfiar no dedo, e uma das marcas mais conhecidas é a Havaianas. É impossível não gostar delas, leves, frescas e coloridas.

Slide3

As confortáveis sandálias de borracha também já estão nos cinquentas (surgiram em 1962). E se nasceram para ser o calçado dos mais pobres, numa modesta paleta de solas brancas e tiras azuis, pretas ou amarelas, a partir dos anos 90, subiram na vida e tornaram-se um acessório de moda e um objecto de desejo vendido nas melhores lojas em todo o mundo.

A loja em São Paulo, é um ponto de paragem obrigatório na Oscar Freire (rua de comércio por excelência) e é mesmo de perder a cabeça. A marca já não se limita aos tradicionais flip flops e podem encontrar artigos de praia e roupa bem descontraída.

photo 8 photo 2

Para além do modelo uni-sexo  podem encontrar algumas bem mais femininas e também alpargatas (que são a minha mais recente perdição).

photo photo 3

(English Version)  

I’m back in Brazil, back to the tropical whether,  and to the “good life” with flip flops on my feet.

After more than twenty years wearing high heels on a daily base (and I like a good pair of heels!), these years in Brazil have “tropicalised” me and let me surrendered to this relaxed and cheerful style. Can’t live without them and is with a lovely pair of Havaianas on my feet that I write this post.

If there is a garment that just reminds us of Brazil is flip flops, and one of the best known brands is Havaianas. It is impossible not to like them, light, fresh and colorful.

This comfortable rubber sandals are also in their fifties (appeared in 1962). And if they’re born to be the shoes of the poor, with a modest palette of white soles and blue, black or yellow strips, since the 90s, they  have become a fashion accessory and an object of desire sold in the best shops around the world.

The store in São Paulo, is an obligatory stop on Oscar Freire (shopping street par excellence) and if you enter you are in serious risk of  losing your mind and of spending some money. The brand is no longer limited to traditional flip flops and you can find beachwear items and nice casual cloths. In addition to the unisex model you can find some much more feminine flip-flops and also espadrilles (I just love them!).

(This post participates on Not Dead Yet Style’s Visible Monday)

Gallery