Renaissance Le Parc Trocadero | Paris

Unknown

 

(Scroll Down for English Version)

Na última estada em Paris fiquei no Renaissance Paris Le Parc Trocadero e se, tal como eu, gostarem de pequenos hotéis, no centro da cidade, esta é uma boa escolha.

Bem perto do Trocadéro  e do Arco do Triunfo, este pequeno Hotel Boutique é um excelente ponto de partida para explorar a cidade. Quando precisamos de ir um pouco mais longe ou já não apetece andar a pé, a estação de Metro está bem próxima (Estação Victor Hugo) e é uma alternativa um pouco mais económica, a mais rápida, que apanhar um Táxi.

Para além de ser muito bem localizado, o Renaissance Paris  Le Parc Trocadero tem um bom serviço e uma equipa amável e profissional que nos fez sentir bem vindos em todos os momentos.

Os interiores são cuidados, com uma decoração bem pensada em tons de verde, branco e cinza. Apesar dos quartos padrão não serem muito grandes, são confortáveis e funcionais. Mas a minha área favorita do Hotel é, sem dúvida, o pequeno oásis que é o seu jardim. Cheio de plantas tropicais, o jardim abriga também a esplanada do restaurante Le Relais du Parc, e era o meu local de repouso favorito quando chegava de um longo dia de passeio.

 

Renaissance Paris Le Parc Trocadero Hotel
55-57 Avenue Raymond Poincare
Paris, 75116 France

 

 

 

 

(English Version)

 

Last time visited Paris we stayed at the Renaissance Paris Le Parc Trocadero and if, like me, you like small hotels in the city center, this is a good choice.

Very close to the Trocadéro and the Arc de Triomphe, this small boutique hotel is an excellent starting point for exploring the city. When we need to go a little further or no longer feel like walking, the Metro station is very close (Victor Hugo station) and is an alternative a little more economical, and faster, than to take a taxi.

Besides being very well located, the Renaissance Paris Le Parc Trocadero has a good service and a friendly and professional staff who made us feel welcome at all times.

The interiors are well taken cared of, with a well thought out decor in shades of green, white and grey. Although standard rooms are a little small, they are comfortable and functional. But my favorite area of ​​the Hotel is undoubtedly the little oasis that is the garden. Full of tropical plants, the garden also houses the terrace from the restaurant Le Relais du Parc, and was my favorite resting place when arriving from a long day of sightseeing.
Renaissance Paris Le Parc Trocadero Hotel
55-57 Avenue Raymond Poincare
Paris, France 75116

Renaissance Le Parc Trocadero | Paris

Paris | Trocadéro

Paris 1

 

(Scroll Down for English Version)

Há algumas semanas desafiei os leitores do Girls a escolher a próxima City Tour e de entre as quatro cidades propostas a escolha recaiu sobre Paris (Roma, Florença e Dubai City ficam para outra ocasião!). Escolhido o destino, durante este mês vamos visitar a cidade e render-nos ao estilo e joie de vivre parisienses.

E vamos começar o nosso Tour por um dos meus locais favoritos, o Trocadéro. Podem chegar a pé à Praça do Trocadéro (é bem perto do Arco do Triunfo) ou de Metro, saindo na estação com o mesmo nome. Atravessando a avenida e passando entre as duas alas do Palais de Chaillot, encontramos-nos nos magníficos terraços do Trocadéro, com uma vista soberba dos jardins e fontes, tendo ao fundo, imponente, a Torre Eiffel.

O palácio é um enorme edifício neoclássico, construído na primeira metade do século passado para a Feira Mundial de 1937 e nele podem ainda visitar o Museu da marinha e o Museu do Homem.

O Trocadéro é perfeito para tirar fotografias, desfrutar da vista e da frescura dos jardins (e até mesmo das fontes). Descendo as alamedas e, depois, atravessando o Sena pela Pont d’Iéna chega-se à Torre Eiffel. Se estiver bem preparado fisicamente pode subir pela escada, mas se a sua resiliência for mais psicológica do que física, é melhor optar pela fila para os elevadores. Na próxima visita a Paris prometo que vou arranjar uma das duas e subo à Torre.

À noite, os terraços do Trocadéro são também um dos locais ideais para ver a Torre Eiffel iluminada e o show de luzes e das fontes.

 

Paris 10

Paris 8

Paris 3

Paris 5

Paris 7

Paris 9

Paris 6

Paris 2

 

 

(English Version)

 

A few weeks ago I challenged the readers of Girls to choose the next City Tour and among the four proposed cities the choice was Paris (Rome, Florence and Dubai City are for another time!). Chosen the destination, during this month we will visit the city and surrender ourselves to the style and joie de vivre of Paris.

We’ll start our tour by one of my favorite places, the Trocadéro. You can reach this part of the city on foot, heading to Trocadéro Square (it’s right near the Arc de Triomphe) or Metro (station Trocadéro). Across the avenue and passing between the two wings of the Palais de Chaillot, we find ourselves in the magnificent  Trocadero’s terraces, with superb views of the gardens and fountains, and in the background, imposing, the Eiffel Tower.

The palace is a huge neoclassical building, built in the first half of last century for the World Fair of 1937 and there you can also  visit the Navy Museum and the Museum of Man.

The Trocadéro is perfect for taking pictures, enjoy the views and the freshness of the gardens (and even the fountains). Walking down the fairways and then across the Seine by the Pont d’inna you’ll arrive at the Eiffel Tower. If you are physically well prepared you can climb the stairs, but if your resilience is more psychological than physical, you better choose to queue for the lifts. In my next visit to Paris I promise I’ll get to get some straight or some patience and go to the top of the Tower.

In the evening, the Trocadero’s terraces are also one of the ideal places to see the Eiffel Tower lit up and the show of the lights and the fountains.

Paris | Trocadéro

Lisboa | Ribeira das Naus

FOTO 8

 

(Scroll Down for English Version)

 

A frente ribeirinha de Lisboa é linda nos dias de sol e merece ser aproveitada com tempo. Hoje sugerimos um tranquilo passeio ao longo do Tejo, desde o Terreiro do Paço (ou Praça do Comércio) até ao Cais do Sodré. Pode aproveitar para conhecer esta parte da cidade no regresso do passeio a Alfama, ou vindo do Rossio. Se estiver na hora do almoço pode experimentar um dos novos restaurantes da praça, com as suas soalheiras esplanadas e opções para os mais diversos gostos. Se quiser optar por um restaurante histórico da cidade, entre no Martinho da Arcada (um dos locais favoritos do escritor Fernando Pessoa).

Atravessando a praça, tem junto ao rio o emblemático Cais das Colunas e, seguindo para a direita irá percorrer a Rua da Ribeira das Naus, local onde na época dos descobrimentos eram construídas algumas das naus usadas. Hoje o espaço encontra-se requalificado e funciona como uma espécie de praia urbana onde visitantes e lisboetas descontraem e apanham sol.

Do lado oposto encontram-se os Edifícios da Marinha e as antigas docas e ao longo do percurso pode encontrar quiosques e esplanadas para fazer uma pequena refeição ou tomar um café. Seguindo até ao final da rua, chega à praça do Cais do Sodré, onde se tem acesso à estação fluvial onde pode apanhar um barco para a margem esquerda do rio, a estação de comboios da linha de Cascais e a estação do Metro do Cais do Sodré onde poderá apanhar ligação para outro ponto da cidade.

Se só agora chegou o apetite, não pode deixar de visitar o Mercado da Ribeira, onde para além da habitual venda de peixe, frutas, legumes e flores fresquíssimos, pode encontrar o espaço Time Out com uma enorme variedade de propostas gastronómicas de alguns dos mais emblemáticos estabelecimentos e chefs da cidade. Absolutamente a não perder!

 

 

 

(English version)

 

The Lisbon riverfront is beautiful on sunny days and deserves to be enjoyed with time. Today we suggest a quiet stroll along the Tagus, from Terreiro do Paço (or Praça do Comércio) to Cais do Sodré. You can plan to visit this part of the city wen returning from Alfama, or walking from Rossio. If its  lunch time you can try one of the new restaurants in the square, with its sunny terraces and options for all tastes. If you want to opt for a historic restaurant in the city, enter Martinho da Arcada (a favorite spot of the writer Fernando Pessoa).

Across the square, next to the river, you find the emblematic Cais das Colunas  (Columns Pier), walking to your right you’ll enter  Rua da Ribeira das Naus, where at the time of the discoveries were built some of the ships (Naus) used. Today the space is reclassified and functions as a kind of urban beach where visitors and Lisboetas simply relax under the sun.

On the opposite side are the Navy buildings and the old docks and along the way you can find kiosks and terraces to make a small meal or to drink a  coffee. Continuing to the end of the street, you get to the Cais do Sodré square, where you have access to the boat station, where you can catch a boat to the left bank of the river,  the train station, were you can catch the train to Cascais,  and the Metro station Cais do Sodré, where you can catch a connection to another part of the city.

If only now the appetite as arrived, you can not fail to visit the Mercado da Ribeira, where in addition to the usual selling of fish, fruit, vegetables and the freshest flowers, you can find the Time Out space with a huge variety of gastronomic proposals of some of the most emblematic establishments and city chefs. Absolutely not to be missed!

 

Lisboa | Ribeira das Naus

Choose Next City Tour!

Unknown

 

(Descer para Versão Portuguesa)

Need your help to choose the next City Tour to present on Girls. You have four places to choose from: Florence, Rome, Paris and Dubai. To participate you just have to leave a comment indicating the city of your choice. Easy, isn’t it?

 

 

(Versão Portuguesa)

Preciso da vossa ajuda par escolher a próxima cidade a apresentar no Girls. Temos quatro locais à escolha: Florença, Roma, Dubai e Paris. Para participar, basta indicar nos comentários o local que querem ver apresentado nos próximos posts. Fácil, não é?

Choose Next City Tour!

Lisboa | Alfama

Alfama 12

 

(Scroll Down for English Version)

 

Alfama é um dos mais antigos bairros da Europa e, seguramente, um dos mais pitorescos de Lisboa. Este bairro medieval escapou a terremoto de 1755 e guarda as suas raízes mouriscas e judaicas em muitos dos seus traços e características.

As belas vistas da cidade e do Tejo conquistam tanto os viajantes como os Lisboetas e um passeio pelos seus becos, largos e miradouros é absolutamente mandatório numa visita a Lisboa.

A pé, se estiver disposto a subir as calçadas, ou a bordo do Eléctrico 28 (ou de um Tuk-tuk, a nova moda em Lisboa), vai descobrir a cada curva das suas ruas tortuosas uma imagem digna de uma fotografia. Indispensável é uma visita à Sé de Lisboa  (Igreja de Santa Maria Maior) cuja construção teve início na segunda metade do século XII, após a tomada da cidade aos mouros por D. Afonso Henriques. As diversas remodelações e reconstruções após o Grande Terremoto fizeram da Sé de hoje uma mistura de estilos, possuindo elementos românicos, góticos e barrocos.

Seguindo o percurso das linhas do eléctrico e passando o Largo do Limoeiro, encontra-se o Miradouro de Santa Luzia, junto à igreja com o mesmo nome. A vista do rio e de Alfama é deslumbrante, permitindo avistar  a cúpula do Panteão Nacional (Igreja de Santa Engrácia), a Igreja de Santo Estêvão e as duas torres brancas da Igreja de São Miguel.

Continuando o passeio chegamos ao Largo das Portas do Sol a partir do qual se estende um largo terraço (Miradouro das Portas do Sol) de onde se alcança uma vista magnífica da zona oriental da cidade de Lisboa. No cimo da colina, à  esquerda da cúpula do Panteão, vemos a  Igreja de São Vicente de Fora. Nas suas encostas,  Alfama, em tons pastel,  estende-se pelas ruas estreitas e sinuosas até ao Rio Tejo.

 

 

(English Version)

 

Alfama is one of the oldest neighborhoods in Europe and surely one of the most picturesque of Lisbon. This medieval neighborhood escaped the earthquake of 1755 and keeps its Moorish and Jewish roots in many of its traits and characteristics.

The beautiful views of the city and the Tagus seduce both the travelers and the Lisbon people and a walk through its alleys, squares and viewpoints is absolutely mandatory wen visiting Lisbon.

On foot, if you are willing to climb the stone paved streets, or on board of the tram 28 (or on a tuk-tuk, the new fashion in Lisbon), you will discover at every turn of its winding streets an image worthy of a photograph. Essential is a visit to Lisbon Cathedral (Church of St. Mary Major) whose construction began in the second half of the twelfth century, after the taking of the city from the Moors by D. Afonso Henriques (first king of Portugal). The various renovations and reconstructions after the Great Earthquake made today’s Cathedral a mixture of styles, having Romanesque, Gothic and Baroque elements.

Following the route of the tram tracks and passing the Largo do Limoeiro, is the Mirador de Santa Luzia, near the church of the same name. The view of the river and Alfama is stunning, allowing sight of the dome of the National Pantheon (Church of Santa Engracia), the Church of St. Stephen and the two white towers of the Church of San Miguel.

Continuing the tour we arrive at Largo das Portas do Sol from which extends a wide terrace (Belvedere das Portas do Sol) from where it reaches a magnificent view of the eastern side of Lisbon. On top of the hill on the left of the Pantheon dome, we see the Monastery of São Vicente de Fora. On its slopes, Alfama, on pastel colors  descends, through the narrow winding streets, to the Tagus River.

 

Lisboa | Alfama